São Paulo: cultura e lazer no coração econômico do Brasil

Turismo » São Paulo, São Paulo | Fonte: Conhecendo o Brasil, Editoria Férias Brasil
A capital econômica do país pode não parecer o mais evidente destino turístico. Mas há muito o que ver e fazer em São Paulo. As opções de cultura, comércio e gastronomia em Sampa se comparam às das mais concorridas metrópole internacionais. Experimente caminhar pelo coração de São Paulo, a Avenida Paulista, a Wall Street brasileira, que também é recheada de programas culturais. Dê um pulo ao Parque Trianon, escolha um cinema ou uma peça teatral e divirta-se.

Museu de Arte de São Paulo

Sabe o Chatô? Sim, o poderoso Assis Chateaubriand. Em parceria com o jornalista e crítico de arte Pietro Bardi, criou o MASP – Museu de Arte de São Paulo -, que abriga coleções de arte européia e brasileira. Nomes como Renoir, Monet, Van Gogh, Delacroix e Cézanne fazem parte da exposição permanente. Todas essas relíquias estão preservadas dentro do projeto arquitetônico futurista de Lina Bo Bardi, inaugurado em 1947.

Museu de Arte Moderna

Antes de criar Brasília, Oscar Niemeyer, em 1948, presenteou os paulistas com a arrojada arquitetura do MAM – Museu de Arte Moderna, que marcou as criações artísticas e agitou a cultura brasileira na segunda metade do século 20. O MAM está para o Parque do Ibirapuera assim como o Metropolitan Museum de Nova York está para o Central Park.

Coincidências à parte, este museu paulista atrai cada vez mais o público interessado no que há de melhor em obras internacionais e brasileiras, contando com belos exemplares de Tarsila do Amaral, Portinari e Di Cavalcanti, entre outros.

Bairro da Liberdade

O Japão conquistou a Liberdade. Com luminárias e portais tipicamente japoneses, o bairro da Liberdade transformou-se em parada obrigatória para quem curte saborear as delícias da culinária oriental. Entre um sushi e um sashimi, você deve conhecer a Praça da Liberdade, onde são realizadas cerimônias e festas que celebram a cultura desses imigrantes que chegaram por aqui no início do século passado.

Memorial da América Latina

Com o objetivo de divulgar a cultura latino-americana, em 1989, foi inaugurado o Memorial da América Latina, também assinado pelo competente traço de Oscar Niemeyer. Outro grande marco de Sampa é a grandiosa Estação da Luz, projetada em estilo vitoriano em 1901, com todo o material de construção trazido da Inglaterra. Se você quiser voltar à época do império, não deixe de passear pela arquitetura européia do Museu do Ipiranga, que possui um acervo valioso com peças da República e do Império, além de uma biblioteca com mais de 100 mil volumes.

Pinacoteca do Estado

Palacetes culturais realmente não faltam no Centro da cidade. Conheça também a Pinacoteca do Estado, local de grandes exposições internacionais, escolhida para hospedar obras de Rodin, além de um enorme acervo permanente de 4 mil obras que retrata a trajetória cultural e artística dos últimos séculos. Aproveite ara conhecer também o Museu da Língua Portuguesa e o Mercado Municipal – os três atrativos podem ser combinados numa mesma saída. Vale a pena, ainda, contemplar o espigão da Avenida Paulista de dois mirantes opostos: o Terraço Itália e o hotel Unique.

Gastronomia

O cardápio da cidade é generoso em restaurantes alemães, árabes, brasileiros, chineses, coreanos, escandinavos, franceses, gregos, indianos, japoneses, portugueses, suíços, tailandeses, vegetarianos e até judaicos. Boa parte deles está espalhada pelo eixo Itaim-Jardins, além de Higienópolis. Prefere uma pizza? Já para o Bixiga, bairro conhecido como “piccola Itália”, onde você pode escolher uma entre tantas pizzarias.

Para queimar as calorias, aposte nas compras – a capital oferece opções para todos os gostos, bolsos e estilos: dos shoppings classudis e sofisticados às ruas especializadas em pechinchas, como José Paulino, 25 de Março e Santa Ifigênia. Depois, é só seguir para a fervilhante noite de São Paulo, afinal, a cidade nunca dorme! Circule pelos bairros Cerqueira César, Jardins, Pinheiros, Vila Olímpia, Itaim e Vila Madalena onde a abundância de bares e casas noturnas atrai cada vez mais frequentadores.